26 de novembro de 2012

ABRO OS BRAÇOS AO VENTO..

Sob o manto da paixão
da alma retiro a dor de uma ilusão..
o fim de um amor
o inicio de um padecer
de um sonho que findou
sem eu saber o por que...
Minha mente divagando
vai encontrar o caminho
e parar na beira deste profundo abismo
onde vejo cada detalhe das lembranças
despedaçando-se nas rochas
deste frio oceano que me chama...
Desejo morrer ao invés de te perder..
mas antes que eu mergulhe
doidamente neste sonho
abro os braços ao vento
que me convence
de que devo ir ao teu encontro...

6 comentários:

Clarice Moreno disse...

Suzana que lindo este seu poema, amei e deixei-me davanear em seus versos. Amiga você precisa entrar no meu blog e clicar para participar do site(ser membro)na minha lista lá de todos os membros mostra você sem foto, e eu não consigo chegar no seu blog clicando em cima onde não aparece sua foto, só o seu nome. Procure arrumar isso amiga, pois deve estar assim em outros blogs dos amigos. Seu espaço está lindo, voltarei com mais tempo OK!
Beijos de Luz
Clarice Moreno

Felisberto Junior disse...

Olá
Suzana
Lindo demais!
...Por isso meu desejo é que nunca desista dos sonhos. O sucesso nunca é permanente, o fracasso nunca é total, mas o que vale é a coragem de lutar pelo amor..
Obrigado!
ótima semana!
Beijos
ClicAki Blog(IN)FELIZ

Vera Lúcia disse...


Olá Suzana,

Poema apaixonado e muito lindo.
Você é sempre intensa em sua forma de poetar.

Beijo.

ELAINE disse...

Su querida! Lindos teus versos! Adorei o look de natal do Blog! Um início de semana de paz e alegria!
Que o amor renovador e a Paz de Jesus Cristo habitem nossos corações sempre! Abraço carinhoso!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

may lu disse...

Olá, tudo bem?
Vento, sublime vento... Adoro!
Ele sempre nos mostra o rumo
Um amigo carinhoso e furioso
Sempre companheiro...
Que também tem os seus momentos
Há dias em que embrulha tudo com papel de ternura
Em outros é um leque agitado, tempestuoso.
Com certeza o vento tem alma
Com todas as turbulências da alma humana.
Tenha um dia abençoado, beijos!

Sensibilidade a navegar com poesias disse...

Parabéns pelo lindo poema, sem uma paixão a vida perde o brilho, sem amor nos tornamos só...parabéns